segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

SS Mariposa o retorno da FEB.

SS Mariposa foi um luxuoso navio de mar lançado em 1931; um dos quatro navios na "Frota Branca" da Matson Lines.
SS Mariposa foi projetado para o serviço no Oceano Pacífico, incluindo paradas regulares em portos ao longo da costa oeste dos Estados Unidos , Havaí , Samoa , Fiji , Nova Zelândia e Austrália . Sua viagem inaugural começou em 16 de janeiro de 1932, na cidade de Nova York, onde ela navegou para Havana , transitou o Canal do Panamá e atracou no Porto de Los Angeles antes de continuar a visitar mais dez países do Pacífico sul e oeste.

Serviço de guerra

Na Segunda Guerra Mundial, ela operou sob a Administração de Expedição de Guerra  com alocação e estreita associação com o Exército dos EUA, embora não oficialmente um Transporte do Exército dos EUA (USAT), servindo como um transportador de tropas rápido, trazendo suprimentos a forças de apoio a países distantes, bem como resgatar pessoas  em países estrangeiros no início da guerra.Mariposa,  com a capacidade de tropa designada pela Marinha de 4.165 pessoas e velocidade de 20,5 nós, foi um dos transportes mais rápidos e um dos maiores "Monstro",  geralmente navegado sem escolta.
SS Mariposa em março de 1944

Viagens de guerra 

O SS Mariposa começou operar na Segunda Guerra em 26 de dezembro de 1941 e terminou seu serviço em 24 de outubro de 1945 chegou em Boston.
Em 1973, um grande incêndio destruiu grande parte de sua cozinha e restaurante e foi desmanchado em Taiwan.

SS Mariposa fez o retorno do segundo escalão da FEB  para o Brasil, do Comandante General Cordeiro de Farias, com o efetivo de 6.187 homens, partindo de Nápoles em 12 de agosto de 1945 e chegando no Rio de Janeiro em 22 de agosto de 1945.
Jornal do navio Mariposa, durante o regresso da FEB, editado em 15 de agosto de 1945 numero 03 contendo noticias atualizadas do termino da guerra como a rendição incondicional do Japão, noticias do Brasil e piadas.
(acervo o Resgate FEB)
Fotos a bordo do  navio Mariposa do acervo da família do pracinha Leonardo De Leo.
(clique na foto para ampliar)
Pesquisa: Maux Hone Page e Wikipédia.

Matéria O Resgate FEB

2 comentários:


  1. Excelente postagem!
    Resgatar a história do Navio SS Mariposa é resgatar a memória da FEB e dos Nossos Heróis. Foi nesse navio que meu pai voltou da Itália no fim da Segunda Guerra Mundial. Foi nesse navio que ele trouxe as lembranças e o desejo de ver os familiares, amigos e a namorada que aqui deixou.
    Parabéns pelo resgate da história do SS Mariposa e pelas fotos que são relíquias. Obrigada a família do pracinha Leonardo De Leo!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Isalete.
    E nossa história que tem que ser lembrada e divulgada sempre.
    Mais uma vez obrigado pela sua visita.
    HM

    ResponderExcluir