quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Benedito Moreira - Herói da Segunda Guerra Mundial

Benedito Moreira ( * 01/08/1920 | + 07/01/2001 ) foi um pracinha da FEB (Força Expedicionária Brasileira) que lutou e combateu durante a Segunda Guerra Mundial no teatro de operações na Itália. 
Natural de Natividade da Serra, Benedito Moreira nasceu no dia 01 de agosto de 1920 no bairro Sete Pinheiros. Era filho do casal Luiz Moreira e Cândida Portes.
Foi para o Exército no ano de 1939 quando tinha ainda 18 anos e quando atravessou os portões do 6º RI – Regimento de Infantaria (Regimento Ipiranga) de Caçapava-SP, executou os primeiros movimentos de ordem unida, deu os primeiros tiros e recebeu a boina. Não passava pela cabeça desse jovem nativense, tranquilo e trabalhador que cerca de 4 anos mais tarde estaria sendo convocado para os campos da 2ª Guerra Mundial na Itália.
Muitos soldados passavam anos desejando internamente que um conflito acontecesse para que eles pudessem aplicar o que aprenderam na teoria e nos exercícios simulados. Mas, a guerra é caprichosa e não acontece para qualquer um. Para Benedido Moreira ela resolveu acontecer e mesmo se houvesse uma tentativa de fugir, não teria mais jeito.
Na época, havia muitos setores da nossa sociedade que acreditavam que as tropas não embarcariam. Apesar da euforia vivida, alguns jornais, políticos e até chefes militares acreditavam que toda a campanha cívica pela entrada na guerra não passava de uma jogada política de Vargas. Muitos diziam que era mais fácil uma cobra fumar do que o Brasil enviar tropas para a guerra. Para surpresa dos cépticos a cobra fumou.
No seu último ano no Exército, Benedido Moreira foi integrado ao primeiro escalão da FEB e juntamente com aproximadamente outros 5 mil homens sob o comando do general de divisão Mascarenhas de Morais passou por um intenso treinamento dado as tropas que deveriam compor a Força Expedicionária e embarcou no navio americano General Mann com destino ao porto de Nápoles no sul da Itália no dia 02 de julho de 1944. Tudo foi mantido no mais absoluto sigilo, pois se temia que submarinos alemães pudessem interceptar as comunicações e torpedear o navio. No dia 16 de julho de 1944, Benedido Moreira e toda a tripulação chegam em segurança no porto de Nápoles.
Dentre trantos problemas, fatos tristes e horríveis que marcaram sua experiência de combatente, Benedito Moreira recordava a morte de um amigo que estava ao seu lado quando foi atingido por uma granada na cabeça, tirando-lhe a vida, e ele, impedido de se mover pra não atrair a atenção dos alemães, viu o amigo morrer em seus braços, cena essa que ficou pra sempre gravada em sua memória.
Benedito Moreira mostrou sua bravura e tenacidade, nivelando-se aos mais corajosos e experientes soldados americanos. Não obstante as chuvas que não paravam de cair e o inverno rigoroso que enfrentavam, Benedito Moreira juntamente com todo efetivo avançaram em direção ao alvo proposto, participando da conquista pequenos pontos até a grande conquista do Monte Castelo e Castelnuovo, a noroeste do Monte Castelo.
No dia 3 de maio de 1945, as forças do Eixo na Itália renderam-se ao comando aliado. O General Mascarenhas de Morais dirige aos combatentes brasileiros a seguinte Ordem do Dia: "A ordem de cessar fogo acaba de ser dada a todas as tropas que combatem na Itália. Glória a Deus nas alturas e paz entre os homens de boa vontade na Terra". Assim findava a participação de Benedito Moreira no maior conflito da humanidade.
Após os desfechos da guerra em 8 de maio de 1945, o mundo respirou aliviado e esse jovem nativense, carregando consigo as marcas indeléveis da guerra, trouxe no peito o orgulho de um dever cumprido e a liberdade conquistada. Natividade da Serra e sua família estavam esperando por seu herói de braços abertos quando na manhã de 18 de julho de 1945 ele desembarcou no Rio de Janeiro.
Durante a sua vida viveu sempre em Natividade da Serra onde foi trabalhador braçal, faxineiro dos Correios e Carteiro.
Casou-se com 31 anos de idade, no dia 21 de janeiro de 1951 com Vicentina de Oliveira Santos com quem teve 11 filhos: Sebastião dos Santos, Maria de Oliveira Paulino, Ana de Oliveira Moreira Rezende, Isabel Moreira Lima, Tereza Aparecida Moreira Conceição, Antonia Goretti Moreira Rabelo da Silva, Vicente de Paulo Moreira, José Benedito Moreira, Terezinha de Fátima Moreira, Franciso Daniel Moreira e Joaquim Rafael Moreira.
Sua esposa o definia como um homem leal consigo mesmo e com os outros. Seus filhos o definiam como um ótimo pai. 
O ex-combatente da FEB, Benedito Moreira, veio a falecer com 81 anos, no dia 07 de janeiro de 2001. Foi sepuldado no Cemitério Municipal de Natividade da Serra, levando sobre o caixão a bandeira nacional brasileira e a boina usada por ele durante a guerra. Uma chuva fina veio pra despedir e render honras a um homem franzino, humilde mas que lutou com bravura em defesa da liberdade. 
Informações prestadas pelo seu filho José Benedito Moreira que lembra intensamente das palavras de seu pai quando pronunciava sua frase predileta: “A paciência é o caminho do céu”.


Soldado Benedito Moreira
Ex-combatente da Segunda Guerra Mundial
6º RI - Regimento de Infantaria - Regimento Ipiranga
Caçapava-SP
Natural de Natividade da Serra - SP
UNIDADE:
6º Regimento de Infantaria
POSTO OU GRADUAÇÃO:
Soldado
CONDECORAÇÕES:
Medalhas de Campanha
Matéria:
Natividade da Serra.com
Biografia escrita pela professora e pesquisadora Leninha Ribeiro

Um comentário:

  1. Felipe dos Santos Moreira18 de outubro de 2017 18:44

    Gostaria que fosse editado na parte que condis com o nome dos Filhos de Benedito Moreira, o nome de um dos filhos esta errado, não se diz Franciso Daniel Moreira, o correto é Francisco Daniel Moreira. Gostaria que fosse editado essa parte pois condis com o nome de meu Pai

    Grato.

    ResponderExcluir