quarta-feira, 14 de maio de 2014

USS General Mann 1º embarque da F.E.B

USS General W.A. Mann (AP-112) foi uma navio de transporte de tropas da marinha dos Estados Unidos, sendo usado na Segunda Guerra Mundial, Guerra da Coréia e na Guerra do Vietnã.
Sua denominação era um homenagem ao General William Abraão Mann.

História
Construído entre 1942 e 1943 e incorporado em 13 de outubro de 1943, iniciou suas atividades no norte da Africa Em julho e setembro de 1944, transportou os dois primeiros escalões da Força Expedicionária Brasileira, entre o Rio de Janeiro e Nápoles.
Na Guerra da Coréia, foi utilizado pelo governo da República da Coréia para transportar documentos, além de ouro e prata.
Na crise dos mísseis cubanos, transportou para o Caribe, armamento caso o conflito ocorresse.
Em 1966 foi colocado na frota da Reserva Nacional Americana e em 1987 foi vendido como sucata, sendo desmontado em Taiwan.
O USS General W.A. Mann ganhou duas Estrela de Serviço, uma para a Guerra da Coréia e outra pelos seus serviços na Guerra do Vietnã.

A FEB e o Navio General Mann
O embarque do 1º escalão da FEB, sob o comando do general Zenóbio da Costa, no navio norte americano USS General Mann encerra uma longa espera dos brasileiros para finalmente engajarem-se na batalha na Segunda Guerra.
Tropas da FEB desembarcam na Itália em 16 de junho de 1944.
Desembarque do 1º Escalão da FEB no porto de Nápoles, em 16 de julho de 1944 com
seus 5.075 homens eram comandados pelo general Zenóbio da Costa

Foto: História do Século 20,  Ed. Abril Cultural, São Paulo/SP, 1975
Sobre o navio General Mann, O Sr Pedro Cândido Ribeiro nasceu no município de Formiga, Minas Gerais, no ano de 1920. Serviu no Teatro de Operações da Itália no período de 6 de Julho de 1944 a 12 de Julho de 1945, encarregado na chamada Companhia de Manutenção Leve, conta que ele possuía quatro andares, e que os dormitórios eram bem pequenos, com beliches nas paredes. Era aconselhado ficar dentro dos dormitórios, e, quando se saía, geralmente era para ir à cozinha ou à lavanderia. Os corredores do navio eram cheios de guardas americanos observando tudo, e pela dificuldade de comunicação, dado que não falavam o Português, os guardas só apontavam para a direção em que os soldados deveriam ir. Sr. Pedro conta que teve um amigo que sofria de muito enjoo por causa do navio e que quase não saía da cama por causa do mal-estar, então Sr. Pedro era o responsável por buscar a comida para ele..
PESQUISA:
Blog História Militar
Portal FEB
 Wikipédia,

Nenhum comentário:

Postar um comentário