sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Sargento Zeferino Crepaldi da F.E.B


 HONRAS MERECIDAS.
O sargento Crepaldi a direita com a Medalha Silver Star
O general Mark Clark condecorando o sargento da FEB.
O Sargento Zeferino Crepaldi, um paulista de Itapira, foi condecorado com a Silver Star pelo
próprio General Mark Clark, comandante do 15º Grupo de Exército devido a prova dada de
autêntica bravura em uma das patrulhas que participara. Vamos aos fatos
Em 23 de março de 1945, a noite, partiu uma patrulha da qual fazia parte o Terceiro
Sargento Crepaldi. Quando chegou próximo ao destino, a referida patrulha foi por tiros de
metralhadoras e granadas de mão, ficando sob ameaça de ser envolvida! Ao ver seis dos
seus homens feridos e seu grupo correndo um risco muito alto. O Sargento Crepaldi não
pensou em abandonar a posição: socorrendo aos feridos , atraiu para si o fogo inimigo e com
a ajuda de um cabo e dois soldados, protegeu a retirada dos feridos. Apesar da forte barragem
que o inimigo formava, conseguiu abrigar-se com os homens que restaram e atravessaram
essa barreira em um momento oportuno ; o bravo sargento guiou seus comanados até vê-
los a salvo. Mas Crepaldi notou a falta do Cabo, negou-se a regressar ; permaneceu até a
madrugada na terra de ninguém, muito próximo ás posições inimigas, vasculhando cada
centímetro do terreno á busca do companheiro desaparecido. Apesar de seus esforços,
Crepaldi não conseguiu encontrar o Cabo, então, retornou às suas linhas.
Medalha Estrela de Prata  dos Estados Unidos da América.
Terceira medalha em valor, concedida a combatentes.
“Por ter, no comando da patrulha, apesar de ser ameaçado de envolvimento, ter feito 3
prisioneiros de uma unidade até então desconhecida nesse frente de luta, localizado as
posições inimigas demonstrando assim bravura, sangue frio, iniciativa, espírito de sacrifício e
elevada noção de responsabilidade no cumprimento do dever, faz jus a essa distinção”
( Palavras do General Mark Clark)

Matéria do colaborador do blog Hélio Guerrero

11 comentários:

  1. E ainda dizem que os pracinhas foram á Itália ou passear ou descascar batatas !!! Que falta de respeito !

    ResponderExcluir
  2. Sabe me dizer se esse pracinha ainda é vivo?
    ou tem contato dos familiares?

    ResponderExcluir
  3. Oi, Obrigado pela visita.
    Infelizmente não sei, o Sr Helio talvez possa nos responder.abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Ricardo !

    Infelizmente não tenho nenhum contato, mas possa ser que apareça ! Olhe a matéria do CABO CLARINDO, PADIOLEIRO DA FEB, lá a filha dele deixou um comentário inclusive o telefone de contato !

    ResponderExcluir
  5. Ricardo :

    Pesquisei e encontrei no orkut e no facebook as COMUNIDADES "FAMILA CREPALDI" ,, pedi ajuda e estou esperando as respostas , ok ??

    Abração !

    ResponderExcluir
  6. Olá! Prezados, cheguei a pesquisar, sobre Zeferino Crepaldi, nos anos de 2008 e 2009, foi até Itapira, Campinas, para mim este é um grande herói, em minha opinião tão importante quanto Max Wolf, ou até mais, pois Crepaldi era um tanto sensato em suas atitudes, e teve uma maior condecoração, segundo relatos, tinha um modo de pensar "jamais deixar , ninguém para trás", seja ferido, vivo ou morto. Trabalhava em escritório de contabilidade quando convocado, na Italia ficou muito na frente de combate, muitas vezes se negando a retaguarda, ele tinha muitas histórias magnificas. Pós guerra se estabeleceu em Campinas, era uma pessoa honesta, relativamente tímida, as vezes calado, nem mesmo seus vizinhos sabiam de seus feitos na Itália, não constituiu família, não teve filhos, vivia em um casa simples na Vila Industrial, morreu em Campinas em 1980, e infelizmente não teve tempo de receber sua devida pensão depois 1988, muito menos as devidas honrarias. Hoje há uma rua com seu nome em Itapira, sua cidade natal. Enfim um grande Herói , que por mim jamais será esquecido!

    ResponderExcluir
  7. Ahh mais um detalhe!Sgt. Zeferino Crepaldi, jamais soube que sua história fora imortalizado pelo Joel Silveira e por Thassilo Mitke, os quais conheceu pessoalmente, na verdade sua história foi publicado no livro a Luta dos Pracinhas em 1983, infelizmente ele já havia falecido.Abraço a todos !!! Viva a FEB!!

    ResponderExcluir
  8. Estou fazendo uma pesquisa sobre os herois da FEB. O Zeferino com certeza é um deles. Grande heroi! Viva a FEB!

    ResponderExcluir
  9. Estou fazendo uma pesquisa sobre os herois da FEB. O Zeferino com certeza é um deles. Grande heroi! Viva a FEB!

    ResponderExcluir
  10. Ele era tio da minha avó ! Grande orgulho da familia eu infelizmente não tive a oportunidade de conhece-lo mas graças a essa matéria pude ter uma noção de quem ele foi !

    ResponderExcluir
  11. Ele era tio da minha avó ! Grande orgulho da familia eu infelizmente não tive a oportunidade de conhece-lo mas graças a essa matéria pude ter uma noção de quem ele foi !

    ResponderExcluir