domingo, 10 de julho de 2011

Padioleiros da F.E.B. BRAÇADEIRA.

O soldados a serviço da saúde estão entre os menos lembrados.Para os expedicionários eles nunca serão esquecidos.Eram soldados que combatiam sem armas, e que tinham a missão de resgatar, atender, transportar feridos para a segurança da retaguarda e muitas vezes sob fogo inimigo.Os padioleiros atendiam feridos brasileiros, americanos, civis italianos e ate mesmo soldados alemães.Padioleiros é aquele que no campo de batalha procura cuidar dos feridos.A FEB perdeu oito padioleiros mortos na Segunda Guerra.

Braçadeira de padioleiro usado pela FEB. 
(acervo O Resgate FEB)


Padioleiro da FEB, Ercilio Santini do 6º Regimento de Infantaria na Itália.
Padioleiros da FEB prestando socorro.
(clique na foto para ampliar)

6 comentários:

  1. Muito bom seu texto. Esses soldados que combatiam sem armas, mereciam ser mais destacados e mais lembrados com certeza. Gostei muito de ler um pouco de seu blog. Vou seguir pra voltar mais vezes. Um Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela visita. Fico muito feliz que gostou;foram os verdadeiros heróis da FEB.Um grande abraço. Henrique.

    ResponderExcluir
  3. los médicos y camilleros de las guerras son los mas arriesgados, y como tú dices, los menos recordados, cuantos últimos suspiros habrán recibido sus corazones, cuantas palabras de consuelo habrán dado, y cuantos ojos habrán cerrado...
    me uno a este homenaje a ese grupo de valientes.

    ResponderExcluir
  4. Very interesting blog.
    Greeting, Essi

    ResponderExcluir
  5. Meu pai, Silvino Reis, de NOva Friburgo, Estado do Rio de Janeiro foi um dos padioleiros na Segunda Guerra,

    ResponderExcluir
  6. Meu avo Jose Lopes Cruz na FEB serviu como padielerio da Companhia de Saude do 1 Regimento de Infantaria do Rio de Janeiro ( Regimento Sampaio) foi um dos que embarcaram no 2 Escalao, partindo do Rio de Janeiro dia 23 de agosto de 1944 chegando em Napoles em 22 de setembro 1944, Em dezembro de 1944 e fevereiro de 1945 tomou parte das tres batalhas de Monte Castelo recolheu muitos de seus companheiros feridos debaixo de grande bombardeios, na FEB teve o numero 4243, sempre lembraremos dele como um grande Heroi.

    ResponderExcluir