segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Expedicionário José Edgar Eckert


Nasceu no dia 11 de maio de 1920, em Selbach,RS.Filho de José Marcolino Eckert e Eugênia de Migheli Eckert.
Em 1923 seus pais migraram para Pinhalzinho, RS, com o objetivo de criar uma indústria madeireira.
Em 1939 ingressou no Exército em Passo Fundo, RS, no 3º Batalhão do 8º Regimento de Infantaria.
Em junho de 1939 foi transferido para Cruz Alta, RS. Em novembro do mesmo ano o Exército o transferiu para o Rio de Janeiro, que na época a capital do Brasil.
Neste período, José Edgar já era 2º Sargento do Exército.
No dia 22 de setembro de 1944, embarcava para a Europa, integrando a Força Expedicionária Brasileira (FEB) sob o comando do então General Mascarenhas de Morais.
Na Itália lutou na Segunda Guerra Mundial, tendo lutado e participado das principais batalhas, culminando com a histórica Batalha de Monte Castelo no dia 21 de fevereiro de 1945.
Em 1946 deixou o Exército, recebendo as seguintes condecorações:
- Medalha Cruz de Combate 2º classe - 1961
- Medalha de Campanha - 1946
- Medalha de Guerra - 1947
- Medalha Marechal Mascarenhas de Morais
Diploma de Membro de Honra do 5º exercito americano - 1998

Em 17 de agosto de 1946, José Edgar casou com Zilmarina Dornelles da Silva em Cruz Alta,RS.
Naquele mesmo o casal passou a residir em Mondaí. Nesta cidade, Mondaí, José Edgar exerceu a função de Escrivão da Paz e, mais tarde, de Tabelião e Oficial de Registro de Imóveis.
Foi nomeado 2º tenente da reserva em 1948, pelo então Presidente Eurico Gaspar Dutra.
Em Mondaí, Edgar sempre teve intensa participação comunitária e exerceu forte liderança, com a ativa co participação de sua esposa Zilmarina, a Dona Zica.
Auxiliou na organização e/ou criação de:
-Clube Ipanema
- Município Mondaí
- Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes
- Campanha Nacional de Escolas da Comunidade (CNEC), com a implantação do Ginásio Porto Feliz e o Curso Técnico em contabilidade.
- Curso Normal Regional, que depois foi transformado em Ginásio Normal e mais tarde no Colégio Delminda Silveira.
- Coral Santa Cecília, da Igreja católica de Mondaí, no qual atuou como regente durante vários anos.
- Coral 25 de Julho, do qual participou como fundador e integrante, entidade que tinha a frente e na liderança o saudoso Ziegefried Spaniol.

Em seu livro "Memórias de um Ex Combatente" editado e lançado no ano de 2000, Edgar faz um relato de sua participação com a FEB na Segunda Guerra Mundial.
No ano de 2002  Edgar publicou o livro "Mondaí - A história que ainda não foi contada" relatando o histórico da região, do município e da cidade de 1946 a 1973.
Faleceu no dia 4 de outubro de 2012, tendo vivido 92 anos, 4 meses e 23 dias.
Deixou enlutados, além de parentes e amigos:
- Sua esposa Zimarina da Silva Eckert, Dona Zica; 
- seus filhos Lúcia Therezinha Averbeck, Sérgio Pompílio Eckert e Antônio Luiz Eckert;
- seu genro Pedro Ludgero Averbeck e suas noras Maria Angélica Kaiser Eckert e Lendanir Bos Eckert;
- 9 netos consanguíneos e 2 netos adotivos,3 bisnetos consanguíneos e 2 bisnetas adotivas. 

Agradeço ao casal de amigos Diogo Pelles e  Luciana Cristina Averbeck Pelles (neta), pela matéria.
O Resgate FEB

2 comentários:

  1. Homem de grande valor humanitário e de grande sentimento patriótico. Tive a felicidade de participar de uma palestra sobre a 2ª Guerra com ele em 1987 quando estudava o Ensino Médio na CNEC de mondai. Um forte abraço ao Sérgio, meu professor da disciplina de Direito na CNEC e ao Antonio, dentista.

    Abç
    José Luiz Konrath - militar do Exército

    ResponderExcluir
  2. Obrigado pela visita.
    Felizardo José Luiz de ter conhecido um verdadeiro herói do Brasil.
    Volte sempre.
    Abraço
    Henrique

    ResponderExcluir