segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Comandei Um Pelotão de Fuzileiros (LIVRO)

O Ten-Cel Ref Tulio Carvalho Campello de Souza 
O Ten-Cel Ref Tulio Carvalho Campello de Souza (1920-2008) foi formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, Largo de São Francisco, na turma de 1943. Sua formação militar acorreu no curso de infantaria do Centro de Preparação de Oficiais da Reserva (CPOR) de São Paulo, onde se formou oficial em setembro de 1941. Apresentou-se como voluntário para a Força Expedicionária Brasileira (FEB) tendo sido convocado para o serviço ativo em 1943, integrando o 6o Regimento de Infantaria de Caçapava, São Paulo, como comandante do 2o Pelotão da 8a Companhia do 3o Batalhão.
Partiu para a Itália no primeiro escalão da FEB, em 2 de julho de 1944.
Chegou a Nápoles em 16 de julho e frequentou o curso de treinamento de combate e liderança do 5o Exército Norte-Americano em Sant’Agatha Dei Gotti, Província de Caserta. Seu “batismo de fogo” acorreu em 16 de setembro de 1944 na região de Lago Massaciucolli.
Lutou em Vecchiano, Borgo a Mozzano e Vale do Rio Serchio, na cidade de Barga. Continuou combatendo na região da Rota 64, no Vale do Rio Reno nos Apeninos, Porretta Therme e outras localidades.
Participou dos três primeiros ataques ao Monte Castelo, em 24, 25 e 29 de novembro de 1944 e na defensiva do inverno em 1944 e 1945. No ataque a Castelnuovo – Soprassasso, em março de 1945, foi ferido por explosão de mina antipessoal, com amputação traumática da perna esquerda. Gravemente ferido foi internado nos seguintes hospitais da Itália: 32o Hospital de Sangue e 10o Hospital de Evacuação, em Pistóia; 7o Hospital em Livorno e 45o Hospital Geral em Nápoles.
Finalmente foi evacuado por via aérea para hospitais dos Estados Unidos da América: Hospital Bushnell General, em Brigham City, Utah e Hospital Fitzsimons General, em Denver, Colorado, no período de abril de 1945 a agosto de 1946. Foi agraciado com a Medalha Sangue do Brasil; Cruz de Combate de Primeira Classe; Medalha de Campanha; Medalha de Guerra; e Cruz de Guerra com Palma, do Governo Francês.
Foi reformado pelo Exército Brasileiro no ano de 1947. Na vida civil advogou desde 1950. Foi um dos fundadores e diretores da Companhia Telefônica de Pindamonhangaba, de 1963 a 1976. Foi vereador e presidente da Câmera Municipal de Pindamonhangaba. Foi um dos fundadores da Associação dos Ex-Combatentes do Brasil, seção de Pindamonhangaba, em 1947. O livro “Comandei Um Pelotão de Fuzileiros” é fruto da entrevista do autor, Eros José Sanches (militar do Exército Brasileiro), com o Ten-Cel Ref Tulio, realizada por carta no período de 2000 e 2001. O material colhido nessas entrevistas de história oral resultou em 67 respostas, coligidas e complementadas com notas amparadas na bibliografia da FEB. O autor buscou uma aproximação mais humanizada com o entrevistado, trazendo luz sobre a questão psicológica do homem em combate e a experiência dos brasileiros internados nos hospitais dos EUA. Tulio Carvalho Campello de Souza contribuiu genuinamente para esse desiderato.


Para quem deseja o seu exemplar, por favor envie pedido para o e-mail: erosanches@hotmail.com

2 comentários:

  1. Mais um livro para eternizar os nossos Heróis da Segunda Guerra Mundial.
    Parabéns ao Blog por divulgar nossas obras e não deixar no esquecimento nossos verdadeiros Heróis.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Isalete vindo de uma escritora, filha de ex combatente e incentivadora em divulgar os feitos e a memória dos nossos pracinhas fico mais motivado em continuar.
    abraço
    Henrique

    ResponderExcluir